11:54Justiça condena a 10 anos de prisão auditores pegos na Operação Publicano

Da Rádio Paiquerê de Londrina

O ex-delegado da Receita Estadual em Londrina, Marcelo Melle, e o ex-Inspetor geral de Fiscalização em Curitiba, Luiz Fernando de Paula, foram condenados a 10 anos de prisão pelos crimes de organização criminosa e corrupção passiva. A decisão é do juiz Juliano Nanuncio, da 3ª Vara Criminal de Londrina, nas investigações da Operação Publicano 2.1

Nas denúncias, o Ministério Público do Paraná (MP-PR) acusa Melle de ter feito parte da organização criminosa que atuava dentro da Receita. Em depoimentos, delatores apontaram que no ano de 2010 Melle teria recebido o valor de R$ 20 mil de propina por um outro auditor fiscal.

Já Luiz Fernandes atuava em Curitiba e também foi acusado de fazer parte da organização. As delações informaram que o ex-inspetor, em quatro oportunidades, teria recebido propina parte da propina cobrada de empresários. Além das penas, ambos foram exonerados de seus cargos. Segundo o promotor Jorge Barreto, as penas “atendem ao que o MP e o Gaeco apontaram nas denúncias”.

Uma ideia sobre “Justiça condena a 10 anos de prisão auditores pegos na Operação Publicano

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>