17:56JORNAL DA GUERRA CONTRA OS TAEDOS

De Manoel Carlos Karam

- RESUMINDO: foi a guerra dos filhos da luz contra os filhos das trevas, ambos filhos da puta

- Foi determinado por lei que, em razão da necessidade de pressa em tempo de guerra, a palavra guerra poderia ser escrita ou pronunciada com um erre apenas. Pequenas atitudes como esta ajudam a ganhar a guerra, disse o porta-voz do exército. E por que não porra com um erre só?, disse o porta-voz da Gramática.*

* As palavras eram batalha e cacete, que têm dois erres na língua do redator deste Jornal. A tradução optou por duas palavras com dois erres em português para que fizessem algum sentido. (Nota do tradutor)

- A guerra contra os taedos já durava três anos quando chegou o emissário do papa para nos informar que era pecado entrar em guerra contra os taedos. Como não fomos nós que entramos em guerra contra os taedos mas os taedos que declararam guerra contra nós, matamos o emissário do papa. Ele não deu a outra face porque estava morto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>