14:34Jantares e generais

De Rogério Distéfano, no blog O Insulto Diário

A garota não engole o Capitão, que a família adora e venera. Foi banida do jantar da família. Meu pai ficou um mês sem falar comigo quando o chamei de puxa-saco de general. Na ditadura o jantar era mais em baixo.

Se sabatina elegesse…

Dependesse de sabatina, o mestre, doutor e ex-ministro da Educação Fernando Haddad estaria eleito: ele não falta uma sequer; chamou, comparece.  O outro candidato não vai a nenhuma, daí as loucuras que diz sobre ser presidente da república. O horror às sabatinas levou Jair Bolsonaro a deixar o Exército enquanto capitão: para subir na carreira, tinha as sabatinas do curso de estado-maior.

Sinal dos tempos

O coronel da reserva libera vídeo no You Tube chamando a presidente do TSE de corrupta para cima. Isso se chama sinal dos tempos.

Lá no posto…

E o Posto Ipiranga, vende pacotes de WhatsApp de Jair Bolsonaro?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>