14:45Depois da lambança, internamento

João Doria, aquele, pediu autorização da Justiça para internar compulsoriamente os craquelentos do Centro de São Paulo. Hummmmmmm. O marqueteiro de si mesmo fez isso depois da patuscada do final de semana, quando jogou a polícia em cima dos viciados e os espalhou pela cidade. Pergunta-se: se conseguir autorização, vai internar onde? Em casos onde o dependente está sob as vistas da família e, como é “normal”, não aceita internamento (isso vale para qualquer droga, a começar pela liberada, ou seja, o álcool), o internamento desta forma é uma tentativa de buscar um caminho para se salvar a vida da pessoa. O signatário sempre diz para quem está dentro de uma clínica e reclama, que esse gesto não é de violência, mas sim de amor. No caso de São Paulo a coisa é para se pensar. Se tivesse essa ideia, Doria teria cercado a cracolândia e feito a triagem – pelo menos para os casos mais graves, ou seja, para as pessoas que estão a um passo da morte. A questão dos traficantes é outra – este sim, um caso de polícia. A imprensa, na ignorância parecida com os que não conhecem o problema, trata a ação como “internamento à força”. Pois é…

3 ideias sobre “Depois da lambança, internamento

  1. Carlos Ernandes

    O pombo falando em mentira .. PQP isto é privativo do petismo alucinante que insiste em acabar com o país

  2. jose

    ZB, sugiro ver:
    https://lm.facebook.com/l.php?u=http%3A%2F%2Fbandnewstv.band.uol.com.br%2Fvideos%2Fultimos-videos%2F16226528%2Fprefeitura-de-sao-paulo-quer-internar-usuarios-de-crack-compulsoriamente.html&h=ATNyWuTvzC6fkQ3TQCjNAcyCqRVBkkIpkM3XwGKYDlABFoLGGVbXp3jnKdcnj91nFzUvDnSzwEyKBkQW0Rgi9nQvn6Htu8VLffhrWPh2VrG5lj3p52kItM02Skux4OpTHVagG3ufNRf9NQa0CkvJaGpB&enc=AZNKcEAIUf0GTQi5NN3Qa88lgIAqlnsLJb1hJqjVasRJmdbdS8YD-Aoa-jd9AuufHRXSCHOMq-WNzIsxw8p4NoTDn9kneLR_ZwdS9yXkbOVzlSXeMbPSKPVqL9HtFxe9Wbp_oZ9l_BF8uDra193MsaZcIMqKoGa_JLMOxfA_tNQrHEAJquabg7pdVeOldpZJSMY&s=1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>