9:49Imprensa

por Nelson Rodrigues

- Ai do repórter que for um reles e subserviente reprodutor  do fato. A arte jornalística consiste em pentear ou desgrenhar o acontecimento e, de qualquer forma, negar a sua imagem autêntica e alvar.

- Nós, de jornal, estamos meio tom acima da rígida normalidade.

- Uma redação é povoada de seres misteriosíssimos. É uma paisagem fascinante e espectral como se os redatores, mesas, cadeiras e contínuos fossem seres submarinos. Há peixes azuis, escamas cintilantes, águas jamais sonhadas. De vez em quando, sai de uma caverna um monstro de movimentos lerdos e pacientes. E passa um peixe sem olhos, que emana uma luz própria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>