8:11Greve dos professores, Lula, Moro e o “território de resistência e luta”

Amanhã (15) começa a greve dos professores da rede estadual de ensino do Paraná. Os do ensino municipal de Curitiba também cruzam os braços, além de motoristas e cobradores. No caso dos comandados da APP-Sindicato, o tempo indeterminado para o movimento poderá limar o salário dos mestres, segundo vem repetindo o governo sobre o desconto que será feito pelos dias parados. Não se sabe, portanto, se, a partir da “resistência e luta” do território que os sindicalistas consideram as escolas que abrigam 1,2 milhão de alunos, eles partirão em maio para a manifestação em defesa de Lula da Silva, que será ouvido como réu na capital paranaense no dia 3 de maio pelo juiz Sergio Moro sobre o caso do tríplex do Guarujá. A conferir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>