14:30Gilda e a porção mulher de Anfrisio Siqueira

História curitibana contada pelo mestre Luiz Geraldo Mazza, ontem, no Bar Brahma, na bela festa de lançamento de seu livro “A verve e o verbo”:

Gilda, o mais famoso travesti da história da cidade, foi preso porque a turma da Boca Maldita, naqueles anos de antanho, era composta de dinossauros guardiões dos bons costumes e tal – com Anfrisio Siqueira à frente. Quando saiu da cana, Gilda foi entrevistada por um repórter de rádio que pediu para ele falar sobre a atitude do presidente eterno da Boca. O travesti aproveitou e mandou: “O problema do Anfrisio é que que ele ainda não conseguiu libertar o lado mulher que existe nele”. Ao saber disso, o atleticano se mandou para o litoral e ficou lá quase uma semana – até passar o burburinho do tiro que levou.

Uma ideia sobre “Gilda e a porção mulher de Anfrisio Siqueira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>