11:41Gafanhoto até na Sanepar?

Do correspondente na tríplice fronteira

Na esteira das operações em Foz do Iguaçu, fica-se sabendo que o ex-diretor regional da Sanepar, Luiz Carlos Medeiros, servidor de carreira, declarou que foi obrigado a pagar mensalinho de cinco mil reais (durante dois anos) para Rodrigo Becker. Este não falou sobre essa transação no seu termo de colaborador. Seria possível melar toda a sua delação? Um caso a pensar. Leia o relato do blog HLucas:

4 ideias sobre “Gafanhoto até na Sanepar?

  1. José Alberto Reimann

    Independente da vergonha sobre “Gafanhotos”, gostaria de saber as razões da falta de água hoje desde as 8 horas até o momento no Pilarzinho, falo especificamente na Rua Senador Antônio Jorge Machado de LIma, mas, provavelmente em outros locais também.
    Quem sabe e não explica, os gafanhotos devem ter comido a rede de distribuição e isso causou o desabastecimento de água na região e assim a Sanepar não avisou em tempo os moradores.
    O pior é que que não sabem sequer explicar o motivo e muito menos quando será normalizado o abastecimento de água na região.

  2. jose alberto reimann

    Quero aproveitar e agradecer ao blogueiro que abriu espaço para a comunicação sobre a falta de água que a região do Pilarzinho sofreu.
    Passadas 36 horas a Sanepar retornou o fornecimento de água.
    Assim, a Diretoria daquela empresa ficou livre de ter que ceder seus sanitários a todos nós que estávamos necessitando fazer as devidas necessidades e inclusive tomar banho.
    Claro que o ideal seria a cessão dos sanitários das respectivas residências, pois somos em 5 e assim não haveria local suficiente para atender toda a região.
    Parece brincadeira e ironia e talvez falta de educação ou de ter o que fazer, mas é sim a indignação pela forma que a Sanepar atendeu as demandas sobre o assunto, tanto pelo atendimento virtual ( sem resposta até o momento) e telefônico que nas três oportunidades , ocorridas desde ontem (16) já pela manhã, a informação era de que ” não há registroi sobre alta de água ou outra ocorrência na região.”

  3. Roberto Façanha

    Em Curitiba, empresário denúncia fraude em licitação da empresa SANEPAR. Provas irrefutáveis de fraude de documentos licitatórios. Sabe o que fez a SANEPAR? Processou o empresário que fez a denúncia. Felizmente o MP acatou a denúncia e encaminhou tufo para a NURCE, que vem comprovando a denúncia e apregoando novos fatos só caso. Isso é um absurdo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>