9:44Gaeco faz “arrastão” em Araucária

Do G1

MP-PR deflagra operação em Araucária e mira ex-prefeito e vereadores

São cumpridos mandados de busca e apreensão e de prisão na manhã desta quinta-feira (5); até as 9h, oito pessoas foram presas.

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) deflagrou, na manhã desta quinta-feira (5), uma operação em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba. Oito pessoas foram presas. De acordo com o MP-PR , há mais de 20 alvos – entre eles, vereadores do município, funcionários da prefeitura e o ex-prefeito Olizandro José Ferreira.

Edson Casagrande, ex-secretário do governador Beto Richa (PSDB), está entre os detidos. Há um mandado de prisão contra o ex-prefeito Rui Sérgio de Souza, contudo, ele já está preso. Rui Sérgio de Souza foi condenado a 50 anos de prisão por crimes contra a administração.

Ao todo, são cumpridos 23 mandados de busca e apreensão e 21 de prisão na Câmara Municipal de Araucária, em outros locais da cidade e também na capital paranaense, com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

Até a última atualização desta reportagem, não havia um balanço de quantos mandados foram cumpridos.

O G1 tenta contato com a Casa, com o ex-prefeito e com as defesas de Edson Casagrande e de Rui Sérgio de Souza. Uma equipe de reportagem da RPC foi até a Câmara Municipal, mas não foi permitida a entrada.

A operação

A operação, conforme as Promotorias de Justiça de Araucária, foi dividida em três fases: “Mensalinho”, “Alqueire de Ouro” e “Vida Fácil”.

A “Mensalinho” está relacionada com pagamentos aos vereadores de Araucária, enquanto a “Alqueire de Ouro” remete à compra de um terreno superfaturado. Já a “Vida Fácil” envolve propina a uma construtora e terrenos da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab).

Para chegar aos alvos, as promotorias contaram com colaborações premiadas e quebras de sigilos bancários. Além disso, há imagens de acertos para os vereadores envolvidos, que embasaram a operação.

Os mandados foram expedidos pelo juiz Sergio Bernardinetti, da Vara Criminal de Araucária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>