15:05Fiscalização que vem de lá

Da assessoria de imprensa do deputado Fernando Francischini

 

Comissão de Fiscalização da Câmara vem ao Paraná fiscalizar pedágios e concessões de rodovias federais entre Curitiba e Florianópolis

 

Atendendo ao requerimento do deputado Fernando Francischini, do PSDB/Paraná, a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados vai realizar nesta sexta-feira (9/08) uma audiência pública em Curitiba para fiscalizar, debater e ouvir as empresas concessionárias de rodovias no Paraná e em Santa Catarina, os órgãos públicos que participaram direta e indiretamente das concessões e setores organizados da sociedade. O objetivo é concluir o relatório final do deputado Francischini sobre a Proposta de Fiscalização e Controle (PFC) 35/11. No ano passado, a Comissão de Fiscalização e Controle pediu ao Tribunal de Contas da União (TCU) uma auditoria dos contratos de concessão rodoviária no trecho que liga Curitiba a Florianópolis. O trecho compreende o contorno leste de Curitiba (BR-116) e as BRs 101 e 376 entre as duas cidades.

 

 

Como justificativa para a proposta de fiscalização, o deputado Jorge Boeira, autor da PFC, apontou indícios de que a concessionária Autopista Litoral Sul S/A, comandada pelo grupo OHL-Brasil, não cumprira as exigências do contrato feito por intermédio da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Nos 382,3 quilômetros do trecho há cinco praças de pedágio. O contrato foi assinado em 2008 e prevê investimentos de R$ 3,1 bilhões durante sua vigência de 25 anos, incluindo a operação das rodovias.

“Obras e melhorias não foram realizadas. O pedágio do Lula e da Dilma e do PT é inviável. Enganaram o povo com ilusória tarifa reduzida, com vistas à eleição presidencial. Isso inviabilizou os investimentos necessários para melhorias na rodovia”, apontou o deputado Francischini.

A audiência acontece a partir das 10 horas, no Plenarinho da Assembleia Legislativa do Paraná.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>