17:26FINADOS

de Oberlan Rossetim

Quantos de mim já morri, quantos sobrevivi?
Sendo o mesmo, como estou mudado!
Todos os momentos sepulto-me e ressuscito.
A toda hora convido-me e me evito.
Que o teu abraço seja onde encontrarei eterno repouso.
Que eu, discurso vivo, continue em Silêncio.”

Uma ideia sobre “FINADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>