12:10Estratosfera do ridículo

De Rogério Distéfano, no blog O Insulto Diário

O caso dos donos da Havan e dos Supermercados Condor despertou um surto no Facebook das dondocas, todas a defender a atitude dos empresários que pressionaram funcionários a votar em Jair Bolsonaro. “Direito deles, dão empregos, podem exigir”, o mantra da sinhazinhas que não aceitam a lei áurea nem para os empregados brancos.

Pior que as dondocas e sinhazinhas só a opinião pública apática que alimenta a insensibilidade moral do brasileiro, que não se digna a indignar-se, seja com a pressão dos empresários, seja com a ameaça de um deles, o dono da Havan, de fechar a empresa e deixar 15 mil funcionários na rua, uma bravata que atinge a estratosfera do ridículo.

4 ideias sobre “Estratosfera do ridículo

  1. A verdade está lá fora

    Sindicato pode fazer campanha? Você não fala nada sobre isto.
    Se fosse a favor do Lula você estaria aplaudindo os empresários?

  2. vino jr.

    Os petistas, pelegos, ladrões, corruptos, oportunistas, sindicalistas e outros apaniguados ligados ou que se aproveitam das benesses dos governos do PT, tudo podem fazer, é só olhar nas estatais… e nas particulares também, pois se aproveitam das brechas da legislação trabalhista para tentar ludibriar os incautos trabalhadores. Mas quando o empresário resolve se posicionar claramente, já vem o porrete dos esquerdistas junto com a justificativa de que o empresário está constrangendo os funcionários… que o empresário é a parte forte da relação empregador-empregado…

  3. Parreiras Rodrigues

    É. E é comum as empresas – que a gente chamava de firmas, reunirem os seus funcionários em determinados momentos da faina (gostam de faina?) para ouvir algum candidato convidado. Existem aquelas que abrem espaços para todos. Nada de errado. Excesso de zelo. Enquanto isso, Gilmar solta, Lewandowiski apronta, Fux phodhe…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>