9:16Enquanto isso, na Corte de Contas…

O caso da mutreta na licitação do que seria um novo prédio do Tribunal de Contas do Paraná, segundo informa o site da Gazetona, tem tudo para evaporar sem culpados por conta das filigranas jurídicas e atrapalhadas do Ministério Público. Como se sabe, assim como no recente flagrante do assessor do  presidente da República recebendo uma mala com meio milhão de reais, naquele caso, o funcionário da Corte de Contas foi preso com R$ 200 mil saindo da construtora que venceu a “licitação”. Uma maquete que estava no saguão principal do TC teve de ser retirada e… nada de prédio. Por enquanto. Do jeito que a coisa está andando, não se duvide que o projeto ressuscite e seja inaugurado com toda pompa e discursos. Talvez com a proteção da tropa de choque – mas isso é apenas um detalhe.

2 ideias sobre “Enquanto isso, na Corte de Contas…

  1. Fausto Thomaz

    O pior de tudo isso eh saber que o tal funcionário mesmo depois de toda a cagada feita, “conseguiu” anular as provas na justiça comum, não teve nenhum processo administrativo contra ele na corte de contas, e pasmem…pediu aposentadoria e hoje está em casa de chinelinho nos pés, assistindo sessão da tarde feliz da vida e rindo dos otários que cumprem com seus deveres e recebem por isso muito menos que o dito cujo…país de bunda mole mesmo.

  2. roskalnikov

    como o tc homologou a aposentadoria se esse servidor estava enrolado até o pescoço? Estranho ……

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>