15:41Economia na tesoura

Do enviado especial

O prefeito de Cianorte, Claudemir Bongiorno, encontrou uma maneira inusitada de poupar recursos na área da saúde. Equipou todos os 17 postos de saúde da cidade, que fica no Noroeste do Estado, com tesourinhas. Isso mesmo, tesourinhas daquelas que vendem em bancas e lojas. O utensílio é utilizado para fracionar cartelas de comprimidos. “Se a cartela tem 10 comprimidos e o médico prescreve seis comprimidos, o paciente sairá do posto com o número exato. O resto fica no almoxarifado da farmácia para outros pacientes.”, explica.

2 ideias sobre “Economia na tesoura

  1. Zé Ninguém

    Será que ele consultou a Anvisa a este respeito? Se ela disse sim, está valendo. Se não fez isto corre sério risco de estar infringindo a lei e aí o barato vai sair bastante caro para a prefeitura. E o CRF já está sabendo do esforço empreendido pelo prefeito?

  2. Adriano

    Nada demais…pratica mais que comum na farmácia…em especial, na hospitalar. Se todas as entidades públicas fizessem dessa forma, teríamos menos desperdício e o principal, menos uso irracional de medicamentos que acabam sobrecarregado o sistema de saúde e exigindo o uso de mais medicamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>