11:12É uma brasa, Moro

De Rogério Distéfano, no blog O Insulto Diário

O procurador geral dos EUA – cargo equivalente ao nosso ministro da Justiça – Jeff Sessions, deixou o mandato de senador pelo Alabama, que ocupava por 20 anos, para entrar no gabinete de Donald Trump. Menos de um mês no cargo passa a receber críticas públicas e contínuas do presidente, que insistia que o procurador interferisse nas investigações da participação da Rússia nas eleições, em favor de sua adversária democrata, Hillary Trump.

Sessions aguentou perto de dois anos enfrentando sucessivos – e de hábito grosseiros – ataques de Trump, agora contra sua recusa em demitir o promotor especial Robert Muller, que investiga o presidente e sua equipe de campanha no episódio da Rússia. Ontem Sessions atendeu Trump e renunciou ao cargo. E perdeu a chance de disputar uma segura reeleição para o Senado. Ninguém está garantido com promessas de presidente. Viu, juiz /ministro Sérgio Moro?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>