9:28E 15 anos depois… Antonio Belinati é condenado

Do G1 Paraná

Ex-prefeito de Londrina é condenado a devolver mais de R$ 3 milhões aos cofres públicos

Antônio Belinati também foi condenado a oito anos de suspensão dos direitos políticos. Ação investiga fraude em licitação em um contrato de 1998

O ex-prefeito de Londrina Antônio Belinati foi condenado pela 1ª Vara da Fazenda Pública a devolver mais de R$ 3 milhões aos cofres públicos em uma ação que investiga fraude em licitação de serviços de roçagem em terrenos da prefeitura, em 1998.

O ex-prefeito também foi condenado a oito anos de suspensão dos direitos políticos. A sentença é de terça-feira (27), foi proferida pela juiz Marcos José Vieira, e cabe recurso.

A denúncia foi aceita em 2002 e é o principal caso de corrupção da terceira gestão de Belinati. Ex-secretários que atuaram junto com Belinati, à época, também foram condenados.

Após ter o mandato cassado em 2000, Belinati se candidatou por duas vezes para prefeito de Londrina. Em 2004, foi derrotado por Nedson Micheleti (PT) no segundo turno. Em 2008, foi eleito prefeito de Londrina pela quarta vez. Ele venceu no segundo turno o deputado federal Luiz Carlos Hauly (PSDB), com 138.926 votos (51,73% dos votos válidos).

Porém, dois dias depois da eleição, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) acatou um recurso do Ministério Público Eleitoral (MPE) que pedia a impugnação da candidatura, impedindo assim que Belinati assumisse o cargo.

Atualmente, o atual prefeito da cidade é o sobrinho dele – Marcelo Belinati (PP).

6 ideias sobre “E 15 anos depois… Antonio Belinati é condenado

  1. Geral

    15 após a denúncia ser aceita na Justiça
    Quase 20 anos do crime

    http://www.folhadelondrina.com.br/politica/quase-duas-decadas-depois-sai-sentenca-sobre-fraude-em-rocagem-em-londrina-981307.html

    A sentença, proferida na última terça-feira (27) em ação ajuizada em 2002 pelo Ministério Público, condena os réus por improbidade administrativa e determina que devolvam, de maneira solidária, o montante desviado com a licitação para campanhas eleitorais de Antonio Carlos (ex-deputado estadual) e José Janene (ex-deputado federal morto em 2010). O magistrado também determinou a perda da função pública, a suspensão de direitos políticos e o pagamento de multa civil – os valores variam conforme a culpa de cada réu.

    Além de Belinati e de seu filho, foram condenados os espólios de Janene e de Cassimiro Zavierucha (morto em 2015), que seria o tesoureiro da campanha eleitoral de 1998 de aliados de Belinati; os ex-secretários de Governo Gino Azzolini Neto; o ex-procurador jurídico Eduardo Duarte Ferreira; e os ex-diretores da então Autarquia do Ambiente (AMA), onde foi realizada a licitação, Mauro Maggi (presidente), Nelson Kohatsu (administrativo-financeiro) e Julio Bittencourt (operações); a empresa Tâmara e seus sócios José Luiz Sander e Vânia Maria Jolo, além de dois ex-servidores comissionados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>