9:52Dúvida caiçara

De um amigo do blog que mora no litoral:

Quando li hoje pela manhã que prenderam o Henrique Eduardo Alves, “ex-ministro de Temer”, achei que houve engano. Esse Henrique não foi, também, ministro de Dilma? Se foi, por que ignorar tal fato no noticiário a respeito? Estou errado? Se estou , desculpe a ignorância caiçara.

2 ideias sobre “Dúvida caiçara

  1. Sergio Silvestre

    Mas para lembrar os saudosistas ,essa turma que viu suas ambições que vinham em malas pretas e caixas de sapatos estarem indo por agua abaixo,resolveram golpear a presidente que ia acabar com suas mamatas,lembra-se caiçara.
    Lembra das gravações do outro o Juca dizendo que precisava tirar a Dilma da presidência para frear a lava -jato.Ah não se lembra né.

  2. SFU

    Sem falha de memória, todos os envolvidos nos escândalos nas diversas operações legais até agora desenvolvidas, têm origem nos governos lullopetistas. Criminosos, diga-se para registro. Embora a corrupção seja um evento único com várias ramificações, originadas de várias décadas passadas, não há dúvida que ela é um elemento desagregador da moral brasileira, que se aperfeiçoou e exacerbou na administração de Lulla e do petismo (nesta ordem e não ao contrário). A desfaçatez com que se praticou a imoralidade e o crime contra a vida (sim, crime contra a vida, porque milhares de pessoas morreram por falta dos recursos financeiros roubados), aliada à primorosa técnica, aconteceu nos últimos 14 anos aproximados. Hoje, por exemplo, foi preso o ex-ministro do Turismo de Temer, conforme a divulgação noticiosa, só que Henrique Alves obteve destaque nos anos criminosos lullopetistas, mas, sobre isso não e fala. Basta ver o painel de condenações já concursadas e as que estão por vir. Todas estão vinculadas aos anos que mencionei. Não que todos sejam filhotes desses anos, mas todas estiveram escolados pelos mestres criminosos do período.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>