23:08Replay em discursos

Osmar Dias abre o debate como se estivesse gravando para o horário político. As pesquisas recentes mostram que o caminho parece ser este. Fala dos programas sociais do governo Lula, as 24 milhões de pessoas que saíram da pobreza. Aproveita e faz campanha para Dilma. Luis Felipe Bergman faz teatro ao falar que os candidatos mais fortes fazem teatro pois representam as empreiteiras, o pedágio. Beto Richa repete a fala do modelo de gestão, fala da boa avaliação como prefeito, mas diz que eleição se ganha e perde. A frase feita é que “quem não pode perder” é o Paraná. Salamuni falou sobre o problema da Assembleia. É o que vem dizendo desde o início da campanha. Resumindo: início previsível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>