9:58Desempata no peso

empatecharge

ROGÉRIO DISTÉFANO

—————————————–

PESQUISAS ELEITORAIS – ou de ‘intenção de voto’, como exige a vocação nacional para as palavras vazias. Não sei se as levo a sério, e aí desespero com a sorte de meu candidato; ou se as ignoro para ter um mínimo de paz de espírito. Na falta de um norte para me conduzir, condivido com vocês a inquietação. As pesquisas sempre me deixam desconfiado com o que os pesquisadores chamam de ‘amostragem’, que é a quantidade e a extração social das pessoas pesquisadas – o ‘universo’, ainda segundo eles, os especialistas.

Canso de reclamar e invoco em meu favor dois autorizados cientistas políticos, Lula e Leonel Brizola. Lula dizia que, consultado em qualquer pesquisa, o resultado sobe 1%; Leonel Brizola punha em dúvida qualquer pesquisa que não o consultasse. Fico no meio termo, numa espécie de ‘empate técnico’: minha opinião faria diferença, não para elevar ou reduzir o resultado em 1 ou meio ‘ponto percentual’, mas algo próximo de “30% sobre 0,5%” – para fechar a conta, leitores mortadelas e coxinhas recorram à ex-presidente Dilma Rousseff.

‘Empate técnico’ é o ponto dentro da curva entre cinco pontos acima e cinco pontos abaixo que deixa o resultado da pesquisa embolado, inconclusivo. Confiram a recente pesquisa sobre a prefeitura de São Paulo. Deu o raio do empate, dois empates: Celso Russomano, 26%; Marta Suplicy, 21%; João Dória, 16%. Russomano empata com Marta, o lance de 5 pontos a mais, 5 a menos. Marta empata com Dória, cinco lá, cinco cá. Mas Dória, empatado com Marta, não empata com Russomano. Trava no meu cérebro, empatado pela pesquisa.

O instituto de pesquisa – não dou o nome porque não ganho nada – antecipou-se aos le-e-leitores, travados como o ora escrevinhador: empate técnico é uma coisa, empate numérico é outra – aconteceria se Russomano e Marta e Dória e Marta ficassem com o mesmo e rigoroso resultado, tanto no número quanto no percento. É isso me angustia na eleição de Curitiba. Os três primeiros estão tecnicamente empatados e falta pouco para o empate numérico. Desse jeito Rafael Greca ganha no desempate pelo peso e pela idade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>