14:29Depois que a boca fechou

Do Analista do Planalto

         Ricardo Barros mostrou ontem que se a língua não atrapalhar pode fazer um bom trabalho à frente do Ministério da Saúde. Depois de uma sequência de declarações, no mínimo desastrosas, o ministro paranaense anunciou ontem a liberação de R$ 513 milhões para Santas Casas e hospitais filantrópicos de todo o país. Para o Paraná serão R$ 42,5 milhões direcionados a 36 hospitais. Um alívio para o combalido caixa dessas importantes estruturas do sistema de saúde do país. Os valores, segundo material de divulgação do Ministério, vem de medidas de gestão adotadas como revisão de contratos e economia com aluguéis e outros serviços.

Uma ideia sobre “Depois que a boca fechou

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>