18:55Dementado

Sou hoje um caçador de achadouros da infância. Vou meio dementado e enxada às costas cavar no meu quintal vestígios dos meninos que fomos. (Manoel de Barros)

3 ideias sobre “Dementado

  1. Aprigio Fonseca

    Eu acreditava que no fundo do meu quintal tinha um tesouro enterrado,era a esperança da miséria que eu e minha irmanzinha vivia,esperando sempre pelo tesouro que era minha mãe que sempre apontava na curva do muro com um pano embrulhado com os restos de comida que trazia da patroa.Isso me deu educação e força para nunca precisar de políticos e de nunca mais passar fome.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>