9:40Curitiba, o fazimento de uma cidade

Do jeito que veio: 

Até hoje não havia um livro que contasse a história da transformação urbana de Curitiba ou que sintetizasse as propostas e as realizações que moldaram a cidade. O livro “Curitiba, o fazimento de uma cidade”, escrito pelo jornalista Marcelo Oikawa, a partir do depoimento do arquiteto e urbanista Rafael Dely, cobre esta lacuna, contando com leveza e simplicidade uma experiência de vida.

No livro, Oikawa e Dely se propõem mostrar a filosofia que norteou essa caminhada. Dely tinha a compreensão de que cada profissional que deixou sua marca nessa caminhada de quase 40 anos tinha versão própria de como tudo foi concebido e aconteceu. Este livro contém o seu ponto de vista.

Numa época – a partir da década de 60 –, em que o Brasil caminhava para as cidades e as pressões por soluções urbanas se tornavam quase insuportáveis, Curitiba mudou o olhar sobre elas e apontou novos caminhos. Em 1971, Dely apresentou a sua ideia do Sistema Trinário –, com as famosas canaletas por onde circulam os ônibus biarticulados vermelhos com suas vias laterais de tráfego lento nos dois sentidos e pelas vias rápidas nos sentidos centro-bairro e bairro-centro. O sistema não serve apenas como vias de ligação como sempre se fez nas grandes cidades brasileiras. Combinado com uma lei de uso do solo, que permite a construção de prédios altos somente ao longo desse sistema, tornou-se a estrutural que direciona o crescimento linear do centro da cidade em direção aos bairros. Esse conjunto de providências originais interrompeu o adensamento do centro da cidade, fazendo o cenário de Curitiba, apesar de ser uma metrópole, parecer um aprazível conjunto de bairros residenciais.

Lançamento – Serviço:

Data: 23 de janeiro de 2017

Local: Livraria Curitiba no Shopping Estação

Horário: 19 horas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>