8:03Cuidado!!

Do Goela de Ouro

Uma dupla de tailandesa está circulando nos shoppings de Curitiba em busca de apoio para a ONG Children’s Joy. Tem pouca conversa em português mas pede um bom dinheiro. No Canadá iam nas faculdades e houve uma reação contrária através da internet. Pergunta-se: aqui, quanto demorará para as autoridades acabarem com essa “festa”.

http://thebruns.ca/students-warned-childrens-joy-foundation-charity-scam/

https://www.google.com.br/url?q=http://my.umbc.edu/discussions/11080&sa=U&ei=k2CDVc7GCLOSsQTwxoLABQ&ved=0CDEQFjAF&sig2=u09oXeyFAWBQs_18gNykug&usg=AFQjCNHcISI-gBJOaASouqhdyMyMD5eqXw

38 ideias sobre “Cuidado!!

  1. São filipinas

    Acho que são duas jovens filipinas, pois ontem a noite estavam no shopping Paladium na fila do Imax, com a ‘carteirinha habilitadora plastificada em inglês ‘ da ONG e uma lista de nomes (só o primeiro) numa folha branca pequena descartável, anexada com clipes, numa outra folha plastificada dobrada também.
    Coisa de profissional. Cadê a PF? E o MPF?

    “A group of people going by the name of the Children’s Joy Foundation have made their way to the UNB campus last week, soliciting funds for impoverished children in the Philippines. UNB Campus Security has issued a warning that this is a scam.”

  2. Wagner

    Elas devem ter visto em algum canal internacional sobre a robalheira na Petrobras e concluíram que aqui era o local ideal para dar um golpe, porque aqui vc mete a mão e não acontece nada…

  3. bacuara

    essa mesmas pessoas estao hj dia 21/12 em ponta grossa abordando pessaos e extorquindo dinheiro, minimo que pedem é 10 reais.
    1 rapaz e duas moças estavam no terminal rodoviario quando os abordei correram e fugiram num carro logan de placa de goiania

  4. Douglas dos Santos Ramos

    Ontem eu dei dinheiro pra elas aqui em Pouso alegre cidade de Minas Gerais, eu estava num bar com alguns amigos e as duas apareceram aqui. Uma com um violão e a outra com papeis com palavras de ajuda sobre uma ONG. Passaram em varios bares antes de ir embora. . . OBS “ontem dia” 21/12/12 por volta das 20:30

  5. Guilherme

    Uma jovem veio ate mim hoje em Ariquemes-Ro, eu logo peguei o site na caderneta dela e pesquisei achei este, ela nao conversou muito comigo ajudei msm assim! Mas a vontade é de meter a mão !

  6. Victor

    Fui abordado no shopping parque Maceió hoje, 22/01/2016, por uma asiática que falava pouco português, realmente o papel plastificado e por falar inglês com ela achei que era autêntico. O que tinha de dinheiro era apenas 10 reais, mas tinha uma lista com várias doações.

  7. Thiago Mendes

    Tbm fui abordado por estas jovens em São Luís. Não doei. Tirei foto do crachá e dos demais papeis pra investigar sobre essa fundação. Descobri um site da UMBC (Universidade de Baltimore – cidade do estado americano de Maryland/USA), onde comentam sobre a fundação e nos aconselham a NÃO DOAR.
    A fundação não atua no Brasil, então se for pra doar prefiro doar há uma fundação da minha própria cidade.

  8. Vanderlei dos Santos Pinheiro

    Boa tarde!
    Pessoal, independente de serem ladras ou como queiram chamar, o que importa é a intenção de quem está doando. Deus conhece todas as coisas e nada pode ficar escondido Dele. Para quem doou com a intenção de ajudar a causa da qual elas, as Tailandesas, Filipinas, Chinesas ou seja lá de quaisquer outras nacionalidades que sejam, a saber ajudar as crianças carentes de vários Países, enfim, quem teve e têm a intenção de ajudar, não o fez em vão. Se elas são falsas e mentirosas, coitadas das mesmas quando tiverem que acertarem as contas com Aquele que é Justo e sonda todas as coisas. Que Deus os abençoe.

  9. Samy

    Concordo com vc Vanderlei!
    Ontem eu estive em Araguaína-TO e fui abordada por uma moça que dizia ser asiática, missionária, faz um trabalho voluntário para uma ONG chamada Children’s Joy e que ñ fala muito bem português; logo em seguida me deu uma carteirinha plastificada para q eu pudesse ver e ler!
    Então eu olhei, li a carteirinha que por sinal parece ser msm verdadeira!
    A carteirinha que ela me mostrou e a forma com que ela chegou falando comigo, me convenceu e eu senti no meu coração que deveria ajudar! Eu ajudei, e foi de coração, agora se ela mentiu ou ñ já é problema dela! Só q agora dps das pesquisas q fiz, ñ vou ajudar mais!

  10. Andre Rodrigues da Cruz

    igual:
    Hoje, agora 14/03/2017 10 da manhã, eu aqui em Miracema do Tocantins-TO e fui abordado Também por uma moça Tipo asiática, que disse fazer um trabalho para uma ONG chamada Children’s Joy e que também não fala muito bem português; que também me mostrou duas carteirinha plastificada para q eu pudesse ver e ver! Tem um endereço do site Chisldren’s Joy e um Celular de Goiânia. Ela disse com sotaque, que eu poderia telefonar. Mas para um celular? Francamente, logo desconfiei ! Uma ONG que não tem um telefone fixo! Não contribui não. E ainda, Não estava com meu dinheiro e sim com o de outra pessoa, pois esta na rua para pagar uma conta para outra pessoa. pelo que vimos acima, vem de são Luiz pela BR “Belém Brasilia” São Luiz, Araguaína, Miracema do Tocantins, rumo Goiânia…

  11. Juliana Alves

    07/04-Deste ontem elas estão aqui na minha cidade(minas Novas -MG)e o que da raiva e que elas aproveitam dos idosos principalmente, não saem da porta da lotérica e do único banco da cidade. Alguém sabe me informar quem realmente elas são?

  12. Brunno

    Moro em querência – Mato Grosso.
    Uma menina me abordou dizendo que ela era filipina e que estava na cidade em busca de doacoes para um orfanato do país dela. Ela falava um portugues muito mau. Realmente tinha sotaque filipino. Com ela tinha uma caderneta personalizada da instituicao onde quem doava colocava os nome . Tbm tenho certeza que caiu nessa. Realmente ajudei de coraçao. Eu pedi a ela ela disse q atualmente estava morando em goias interior

  13. Ana Luysa

    Elas estão hoje aqui na cidade de Tucuruí – Pa a mulher diz ser da Malásia, disse que não tem paradeiro certo anda com os papéis bem velhinho da instituição o nome dela na carteirinha está Mary

  14. Tatiana

    Fui abordada hoje, por um rapaz que se identificou como voluntário desta ONG Children’s Joy. Ele disse que está no Brasil faz 2 semanas e que está na minha cidade, Sinop-MT, faz 3 dias. Ele disse ser natural de Manila – Filipinas. O português dele é bem ruim. Ajudei, mas achei estranho. Agora estou mais cismada ainda.

  15. Zezinho

    Hoje, dia 09/06 fui abordado em Maringa-PR. Certamente a moça é das Filipinas, apresentou a cadernetinha dessa Childrens Joy Foundation. eu contribui mas aparentemente eles estão fazendo um rio de dinheiro e viajando o país inteiro.

  16. Marcos

    Hoje fui abordado no Marília Shopping, da mesma forma como descrita, pedindo dinheiro pata essa fundação, com um tipo de papel mais grosso laminado com desenho de criancas felizes e uma folha com um clipe cheia de nomes e valores. Tenso.

  17. Antonio

    Também já estão aqui em Imperatriz – MA. Já fui abordado duas vezes. Uma vez por um rapaz jovem, que num português claudicante dizia ser filipino e estava solicitando doações para uma instituição cristã que cuidava de crianças carentes. Portava uns papéis plastificados com fotos de crianças em atividades educacionais e recreativas no pátio de uma instituição. Outra vez fui abordado por uma garota com as mesmas características.

  18. Angel

    O rapaz filipino abordou me acerca de meia hora na praça de alimentação do shopping avenida center aqui em Maringá PR.

  19. maria

    Estao aqui em Quixeramobim Ceara acabei de doar, que mundo de pessoas podres ,Não se pode nem ajudar mais ao próximo ,temos a melhor da intenções e somos enganados ,triste!!!

  20. Ale

    Já vi eles em no Shopping de Limeira e hoje 12/08 estavam no shopping Dom Pedro, tirei foto dele, fingindo cair na conversa fiada…
    Conversei com o segurança e o mesmo disse que já tinha espulsado o rapaz três vezes no dia…

  21. Ingrid

    Essa semana elas estão em Matão – Sp, e ficam nas portas dos bancos a noite.
    Uma menina me abordou na hora que eu estava no caixa eletrônico.
    No outro dia eles entraram em uma lanchonete e começaram a pedir, falei que já tinha ajudado um dia antes a menina respondeu ” mas não tem como ajudar mais”.
    Não sou contra elas pedirem, quem quer ajuda.. mas o método de abordagem delas.

  22. DIOGO KOGA

    Hoje a noite (15-08-2017), eu estava jantando aqui em um restaurante em Itaituba-PA, e apareceu uma mulher de boa aparência, com idade proxima de 25 a 30 anos de idade, que se apresentou como voluntaria da Childrens Joy Foundation. Apresentou uma carteirinha plastificada e uma pequena caderneta com informações sobre a organização e um controle de doações. Ela não sabia falar direito português e relatou que era de Filipinas e estava há 3 meses no Brasil. Relatou que sabia falar melhor em inglês. Pedi que ela voltasse depois de 15 minutos, após a minha janta. Ela voltou e pediu novamente a doação relatando também que ajudaria crianças brasileiras. Eu pedi o passaporte dela para ver se ela estava legalizada e ela deu uma de joao sem braço e apresentou novamente a carteirinha da fundação. Pedi novamente o passaporte…ai ela me questionou por qual motivo. Eu respondi que queria ver se ela estava legalizada no Brasil e para ver se a identidade correspondia a carteirinha que estava com nome Angelica Gonzales. Ela ficou brava comigo e relatou que eu nao queria ajudar e acabou indo embora.
    Por que uma pessoa que deseja o bem para as outras e bem intencionada, não quer apresentar sua identidade? Estrangeiros ilegais não podem pedir doações para instituições que nem no brasil existe. O Brasil é um pais onde a impunidade impera. Se ela fosse presa.. amanha ja estaria solta e pedindo $ novamente nas ruas.

  23. Gerson

    Essas duas moças das filipinas estão aqui em Parnaíba-Piauí, abordando as pessoas na porta do banco pedindo doações para uma ONG Children’s joy. Já vi varios relatos na internet sobre essas mulheres, fico pensando que se fosse um brasileiro fazendo este tipo de coisa nos países dos outros, principalmente na Europa, deportariam na mesma hora. Cadê a polícia federal para investigar isso? só o que vejo é gente estrangeira, principalmente asiática fazendo comércio em nossas terras. absurdo!

  24. luizito

    Que nada, são várias pessoas, pois por lá todo mundo é meio parecido. Mas o objetivo não é golpe e sim a nova forma que acharam para captar recurso em vista da reforma política que poderá causar um grande dano ( kkkkkk) nas contas dos nossos ilibados (rsrsrsrs) políticos, Tudo isso poderá estar ligado ao corte de recurso pretendido e assim semearam “cabos eleitorais” na cata de dinheiro…. É só por aqui que isso acontece PQP.

  25. Wanessa

    Estão por todo Brasil mesmo. Bando de golpistas, mexendo com a boa vontade do povo. Fui abordada por uma mulher hoje 26/08 aqui no aeroporto de Guarulhos. Aparentava uns 40 anos, disse ser tailandesa e mostrou os documentos que o pessoal comentou antes. Malandra, ainda disse “Deus abençoe vocês”.

  26. Jéssica

    Ontem meu namorado é eu fomos abordados no shopping por uma mulher “asiática” é que não fala português com este nome de fundação que atende crianças em vários países e inclusive no Brasil. Fiz várias perguntas e ela fazia como se não entendesse. Disse que tinha sede em Goiânia e filial em São Paulo. Mas já desconfiava que fosse mentira. Dá pra ver que ela é famosa

  27. Julianna

    Olá pessoa! Acabaram de passar aqui. O interessante é que elas não são de muita conversa, perguntei onde ficava a instituição e ela só fala Ásia, como se o continente fosse do tamanho do meu quintal. Difícil acreditar, mesmo se for verdade não da pra ajudar alguém assim, eu preciso ter certeza que estou ajudando quem realmente precisa, estou vendo que isso é desde de 2015, devem tirar um bom dinheiro por mês, porque ainda estão aqui.

  28. andre

    Sou do Rio de Janeiro – Nova Iguaçu.,E uma tailandesa com carteirinha e tudo, com as mesmas descrições aqui relatadas.
    Eu estava no Top Shopping de Nova Iguaçu quando ela chegou pedindo dinheiro, solicitei a identidade dela e ela mostrou, fiz foto enquanto conversava com ela. achei que a documentação estava desbotando. atenção pessoal com isso. não é o caso de ajudar e sim ser enganado por uma grande mafia.

  29. alisson dos anjos

    Sou de Salgueiro Pernambuco e elas passaram por aqui também no shopping da cidade, fazer o que né doei pra elas, só vi essas informações agora. Todas as descrições faladas por vocês batem.

  30. Asweet

    Aqui em Uberlândia já me abordar duas x. Há alguns anos, um rapaz dentro das lojas americanas. Conversei com ele em inglês e na ocasião era para ajudar crianças vítimas do tsunami, que já havia ocorrido há um bom tempo. Ok. Hoje (13/10/2017) a carteirinha estava mais bem elaborada e a ajuda agora incluía crianças da África e do Brasil. Decorei o nome da organização mas não consta nada na internet. O rapaz se dizia tailandês. Como eu não tinha dinheiro,não doei. Na primeira x doei.

  31. André

    Hoje (13/10/17) uma jovem “filipina” me abordou no shopping iguatemi em Campinas / SP, pedindo a tal doação para a ONG de crianças.

    Lamentável ….

  32. MAIKON SIMAO FERREIRA DE LIMA

    Hoje dia 19/10/2017, fui abordado por uma jovem Asiática que dizia ser da Malásia isso já é segunda vez aqui na cidade onde moro Abaetetuba Pará, e eu fiz a doação voluntária todas as duas vezes. Porém surgiu a curiosidade de conversar com a garota e ela era muito simpática,tentando falar Português, resolvi investigar e me deparei aqui nesse site, que com certeza me ajudou muito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>