8:40Coisa de…

O linchamento de William Waack, um dos melhores jornalistas do país, é o retrato de como a maionese desandou no país das quadrilhas políticas. Ele pisou feio na bola, seu comentário, fora do ar, foi racista – e a expressão que usou, com certeza, já foi utilizada por boa parte dos que votaram contra ou a favor da sua demissão na pesquisa abaixo. O país é racista, mas tenta disfarçar. Se apareceu um bode do tamanho do apresentador do Jornal da Globo, por que não trucidar para ficar aliviar um pouco a consciência? Metade dos que foram ouvidos pela Paraná Pesquisas acham que ele não deve ser demitido. Serão acusados de racismo explícito? Os 10% que não se pronunciaram têm medo disso ou acham uma bobagem sem tamanho toda essa onda. A Rede Globo fez o favor de colocar lenha na fogueira ao suspender o jornalista assim que o vídeo incendiou as redes sociais. Tal gravação estava há um ano na gaveta de quem trabalhou na emissora. No passado não muito distante o signatário ouviu uma história sobre um grande amigo, negro, astro do futebol cujos pés estão eternizados na calçada da fama do Maracanã ao lado de Pelé, Garrincha, Nilton Santos, Didi, Zico, etc. Ele jogava em Curitiba, no Atlético Paranaense, e fez tanto sucesso que estava praticamente vendido a um grande time carioca por uma fortuna. O dirigente rubro-negro foi acordado no meio da madrugada e lhe informaram que o jogador tinha se acidentado. Seu carro caiu dentro de um rio canalizado e, a sorte, é que este estava quase seco. No encontro com o jogador, que não se feriu, o cartola explodiu, por causa da negociação que podia melar: “Preto filho da puta, você quer me foder?”. Dias depois, quando o negócio foi fechado, os dois riram muito da história e continuaram amigos. E se fosse hoje e explosão fosse para a rede da desopilação mundial? William Waack não teve chance de pedir desculpas pelo erro grave. Talvez seja mesmo demitido e não contratado por outra emissora. Quem perde é o jornalismo e o público que não anda com a faca entre os dentes.

12 ideias sobre “Coisa de…

  1. Ademar Luiz Vieira

    Na minha opinião a Globo guardou a sete chaves esse vídeo para que no momento oportuno fosse utilizado para mandar embora o único jornalista que estava pondo o dedo dentro da ferida do PT e PMDB e PSDB.
    A Globo com essa manobra atendeu o interesse dos seus parceiro$

  2. lucas

    Que o jornalista William Waack errou não há o que negar. Mas quem não erra?
    A Globo vem errando a muito tempo com sua falsidade ideológica, com seu oportunismo de momento, quer em sua programação, como novelas, e jornalismo , muitas vezes tendencioso.
    A Globo vem fazendo uma terapia às pessoas que acreditam que tudo que a emissora diz, produz e apresenta ao público com sendo a única verdade.
    A Globo manipula a opinião pública e detém o monopólio da informação, muitas vezes não real.
    A Globo tem muito a explicar como chegou a ter esse império que muitos desta geração não imaginam como aconteceu.
    Por fim a Globo atualmente , acuada e sem noticiar, dando notinhas como é costumeiro hoje em dia, a situação da denuncia da propina paga para conseguir transmissão de eventos futebolísticos e demais esportes, com exclusividade não bem esclarecida.
    Também a emissora em seus jornais ao noticiar os casos de delações da Lava Jatro faz com tanta ênfase que admite ser a única verdade , porém qujando a “pedra” é jogada em sua vidraça ignora e não noticia um desmentido com provas nem fala da mesma maneira que faz em seus diversos noticiários, quer políticos ou policiais

  3. Parreiras Rodrigues

    É preciso que a discriminação racial seja combatida primeiramente pelos seus próprios componentes. Que os pretos ricos, por exemplo, casem com pretas, oras bolas!

  4. manoel afonso

    É certo que nosso colega errou. Mas daí ser trucidado é uma sacanagem. No jornalismo, onde o apego ao ego é maior do que em outras profissões, é ‘proibido’ ser competente e fazer sucesso. Quanta inveja dos ‘colegas’. Nesta história de racismo gosto de lembrar o Pelé que nunca deu a mínima quando o chamavam de Negão. Como se diz – desse jeito o Neguinho da Beija Flor vai precisar trocar de nome. Quanto ao Willian não pode pagar por todos nós.

  5. Uncle Joe 100

    kkkk estou adorando este discussão que não vai levar a nada, está sendo uma chance ótima para hipócritas destilarem os seus ódios contra, posando de antirracistas desde o berço. As redes sociais me proporcionam a oportunidade de rir da cara dos hipócritas .

  6. Sergio Silvestre

    Gostaria de saber a opinião do blog se fosse a Gleise ou o Requião que tivesse produzido a frase,não sejam hipócritas e digam,estaria cheio aqui e lá no Campana de comentários metendo o pau nos dois.
    HEHEHE,TO MENTINDO OU A RECIPROCA E VERDADEIRA HEHEHEHE

  7. Bittencourt

    Zé: voto com o relator.
    Deslizes e pequenos erros devem ser absorvidos.
    Não considero o tamanho do erro. Só do deslize.
    E o Waak é bem maior do que isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>