15:40Cobrança

Da assessoria de imprensa do deputado Stephanes Junior:

 

MDB de Curitiba deixou pendências na justiça eleitoral para Stephanes

 

Depois de enfrentar uma batalha para assumir a presidência do Diretório Municipal de Curitiba na condição de interventor, o deputado Stephanes Junior está agora tendo que responder à justiça eleitoral sobre irregularidades nas contas do exercício de 2.012 do partido, que era presidido pelo senador Roberto Requião. A Comissão interventora Municipal recebeu, do juiz Marcelo Wallbach Silva, notificação para sanear as irregularidades, num prazo de dez dias. Na notificação, Stephanes foi alertado para a falta de apresentação à justiça eleitoral de demonstrativo de origens e aplicações de recursos, dados sobre conciliação bancária e documentos fiscais das despesas eleitorais relativas ao ano passado.

Também o plano de contas apresentado pelo partido não está de acordo com o estabelecido pela justiça eleitoral, não havendo ainda menção à conta de campanha utilizada pelo partido no ano passado. Também não foi localizado balancete mensal referente ao mês de outubro do ano passado.

“Pedimos acesso aos autos do processo e estamos procurando juntar os documentos, pois não podemos deixar o partido com pendências junto á justiça eleitoral, o que pode até comprometer sua participação nas eleições do ano que vem. Parece que organização não era o forte da antiga gestão do PMDB de Curitiba, que deixou de recolher documentos essenciais à prestação de contas”, afirmou Stephanes, lamentando o descaso do antigo presidente do Diretório.

2 ideias sobre “Cobrança

  1. Estanislau - O Livre Pensador na Terra dos Debochados

    Zéééé….manchete de hoje do jornal da “famiglia paranaense”.

    Alstom pagou US$ 20 mi a partidos do Brasil, diz Suíça.

    Mas transparente impossível.

  2. Estanislau - O Livre Pensador na Terra dos Debochados

    Zééé….a excelência o deputado Stephanes Junior, deu um rabo de raia em RR para ficar com o diretório de Curitiba do PMDB – novo slogan< Aposentado de Guerra – e queria ficar só com o bônus. Piá de Prédio não muda mesmo de cultura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>