17:54Cláudio Feldens, adeus

Da Gazeta do Povo:

Morre o jornalista da Gazeta do Povo Cláudio Feldens

Ele lutava havia quatro anos contra um câncer. Velório será nesta quarta na capela do Cemitério Luterano e o enterro acontecerá na quinta, às 16h

O jornalista Cláudio Feldens, da Gazeta do Povo, morreu no fim da manhã desta quarta-feira (7), aos 55 anos, por falência múltipla dos órgãos. Cláudio lutava havia quatro anos contra um câncer no cólon, que se espalhou para o fígado e o pulmão. Nos 20 anos em que trabalhou na Gazeta do Povo, Cláudio foi editor de Internacional, editor adjunto do fechamento da capa e nos últimos anos editava a coluna Entrelinhas, o setor de serviços do jornal.

Quarto filho de uma família de sete irmãos, Cláudio nasceu na zona rural de Pelotas (RS), no dia 12 de fevereiro de 1957. Formou-se em Magistério na Escola Evangélica Ivoti, de Pelotas, e foi professor de Português de 1ª a 4ª séries.

Em 1982, formou-se em Comunicação Social pela Universidade Católica de Pelotas. Trabalhou no jornal Folha do Mate, de Venâncio Aires (RS), e no Correio do Estado, de Campo Grande (MS). Ingressou na Gazeta do Povo em 1992.

O velório acontece a partir das 21 horas na capela do Cemitério Luterano – na Rua Ivo Leão, nº 275, Alto da Glória (que fica aberta até meia-noite). A capela reabre para o velório na quinta-feira (8) a partir das 6 horas. O sepultamento será na quinta, às 16h, no Cemitério Luterano, que fica na Travessa Luthero, nº 123, Alto da Glória.

Cláudio deixa a mulher, Traudi, e três filhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>