8:02Claude Chabrol, adeus

Da agência EFE:

O cineasta francês Claude Chabrol morreu hoje aos 80 anos, segundo informaram fontes da Prefeitura de Paris citadas pela emissora “France Info”. Chabrol, considerado um dos produtores-chave da cinematografia francesa, nasceu em 24 de junho de 1930, e foi, além de diretor, produtor e crítico do “Cahiers du cinéma”. Entre os filmes de Chabrol estão alguns dos mais destacados do cinema francês, como “Beau Serge”, “Violette Nozière”, “La Cérémonie” e “Merci pour le chocolat”. Em 2009 dirigiu “Bellamy” e suas últimas obras foram dois capítulos de “Au siècle de Maupassant: Contes et nouvelles du XIXème siècle”.

Do site da Versátil

Em 1959, o então crítico de cinema Claude Chabrol entrou para a história do cinema, ao estrear na direção com Nas Garras do Vício, o filme que deu início a Nouvelle Vague, um dos mais importantes movimentos cinematográficos de todos os tempos. Passados mais de 40 anos, Chabrol é um dos mais respeitados e prolíficos realizadores do cinema mundial. Em sua extensa filmografia, constam mais de 50 longas-metragens. Um número admirável. Claude Chabrol nasceu no dia 24 de junho de 1930, em Paris. Sob influência dos pais, cursou farmácia. Em pouco tempo, porém, sua paixão por cinema fez com que começasse a escrever críticas para a célebre revista Cahiers du Cinéma. Em 1957, publicou com Eric Rhomer, colega de redação, um estudo clássico sobre os filmes de Alfred Hitchcock. Utilizando dinheiro emprestado de sua primeira mulher, Chabrol realizou o lendário Nas Garras do Vício, seu primeiro filme e, também, o marco inicial da Nouvelle Vague. Nos anos 60, fez uma séria de obras memoráveis, como Os Primos, Les Bonnes Femmes, As Corças e O Açougueiro. Desde então, tem realizado, em média, de um a dois filmes por ano. Em todos eles, é possível reconhecer seu toque de autor – a ótica realista, o gosto pelo suspense, o estudo do adultério, do crime e da obsessão humana. Em suma, um diretor fundamental em todos os sentidos.

Prêmios
 
Filmografia
2003 – A Flor Do Mal (La Fleur Du Mal)
2000 – A Teia De Chocolate (Merci Pour Le Chocolat)
1999 – No Coração Da Mentira (Au Coeur Du Mensonge)
1997 – Negócios À Parte (Rien Ne Va Plus)
1996 – Cyprien Katsaris (TV)
1995 – Mulheres Diabólicas (La Cérémonie)
1994 – O Ciúme (L’Enfer)
1993 – O Círculo Do Ódio (L’Oeil De Vichy)
1992 – Betty, Uma Mulher Sem Passado (Betty)
1991 – Madame Bovary (Idem)
1990 – Doutor Mabuse e Seu Destino (Docteur M)
1990 – Dias De Clichy (Jours Tranquilles À Clichy)
1988 – Um Assunto De Mulheres (Une Affaire De Femmes)
1987 – O Grito Da Coruja (Le Cri Du Hibou)
1987 – Masques
1986 – Inspecteur Lavardin
1985 – Poulet Au Vinaigre
1984 – A Vida Do Próximo (Le Sang Des Autres)
1982 – La Danse De Mort (TV)
1982 – M, Le Maudit (TV)
1982 – Os Fantasmas Do Chapeleiro (Les Fantôme Du Chapelier)
1981 – Les Affinités Électives (TV)
1981 – Monsieur Liszt (TV)
1981 – Le Système Du Docteur Goudron Et Du Professeur Plume (TV)
1980 – Fantômas: Le Tramway Fantôme (TV)
1980 – Le Cheval D’Orgueil
1979 – Monsieur Prokofiev (TV)
1978 – Monsieur Saint-Saëns (TV)
1978 – Violette Nozière
1978 – Laços De Sangue (Les Liens Du Sang)
1977 – Alice Ou A Última Fuga (Alice Ou La Dernière Fugue)
1976 – Os Mágicos (Les Magiciens)
1975 – Vidas Em Fogo (Folies Bourgeoises)
1975 – Os Inocentes De Mãos Sujas (Les Innocents Aux Main Sales)
1974 – De Grey (TV)
1974 – Uma Festa De Prazer (Une Partie De Plaisir)
1974 – Nada
1973 – Amantes Inseparáveis (Les Noces Rouges)
1972 – Armadilha Para Um Lobo (Docteur Popaul)
1972 – Dez Dias Fantásticos (La Décade Prodigieuse)
1971 – Juste Avant La Nuit
1970 – Trágica Separação (La Rupture)
1969 – O Açougueiro (Le Boucher)
1969 – A Besta Deve Morrer (Que La Bête Meure)
1969 – A Mulher Infiel (La Femme Infidèle)
1968 – O Espião De Corinto (La Route De Corinthe)
1968 – As Corças (Les Biches)
1966 – O Escândalo (Le Scandale)
1966 – O Tigre Se Perfuma Com Dinamite (Le Tigre Se Parfume À La Dynamite)
1966 – La Ligne De Démarcation
1965 – A Espião De Olhos De Ouro Contra O Dr. Chantal (Marie-Chantal Contre Docteur Kha)
1965 – Paris Vu Par (episódio “La Muette”)
1964 – O Código É Tigre (Tigre Aime La Chair Fraiche)
1964 – Plus Belles Escroqueries Du Monde (episódio “L´Homme Qui Vendit La Tour Eiffel”)
1962 – Landru, O Barba Azul (Landru)
1962 – L’Oeil Du Malin
1962 – Ophélia
1962 – Os Sete Pecados Capitais (Sept Péches Capitaux, episódio “L´Avarice”)
1960 – Les Godelureaux
1960 – Les Bonnes Femmes
1959 – Quem Matou Leda? (À Double Tour)
1959 – Os Primos (Les Cousins)
1959 – Nas Garras Do Vício (Le Beau Serge)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>