9:34Cassação, não. Investigação, sim

Do site da RPC, em reportagem de Heliberton Cesca:

TRE arquiva ação que pedia cassação de Osmar Dias

O desembargador do Tribunal Regional Eleitoral no Paraná (TRE-PR) Prestes Mattar negou ontem a abertura de uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral contra a candidatura de Osmar Dias (PDT) e do vice dele, Rodrigo Rocha Loures (PMDB) por conta da participação do ministro da Pesca, Altemir Gregolin, em uma reunião política em Curitiba no último dia 14. Os advogados do candidato ao governo do Paraná, Beto Richa (PSDB), pediam a cassação do registro da candidatura de Osmar e Rocha Loures por abuso do poder político por causa do evento. Porém, Mattar negou que a participação do ministro tenha alguma inteferência na eleição e não aceitou a abertura de processo para cassação do registro de Osmar.

“Não se inferem indícios concretos hábeis à promoção da presente investigação judicial eleitoral, tampouco risco inequívoco de que possam os fato ali relatados macular o processo eleitoral, na seara do abuso do poder econômico, político ou uso indevido de meio de comunicação social pelo menos diante da prova indiciária apresentada”, argumentou Mattar. Apesar de não aceitar a ação, o desembargador determinou o desmembramento da representação para que seja apurado se o ministro respeitou o artigo 73 da Lei 9.504/97, que trata da conduta de servidores públicos durante o período eleitoral.

O advogado Luiz Fernando Pereira, um dos quatro coordenadores jurídicos da campanha de Osmar Dias, classificou a decisão do TRE como uma “resposta dura à aventura jurídica do Beto”. Ele afirmou que foi dada uma gravidade para o fato que não existia. “Quiseram criar um factoide. Se o TRE não dá uma resposta como esta, fica pendendo contra o Osmar uma ação que poderia cassar o registo da campanha.”

Para o coordenador jurídico da campanha de Beto Richa, Ivan Bonilha, o desembargador ao menos pediu para que seja investigada a conduta do ministro. “Pode não ser o caso de casssação do Osmar, mas ele (o desembargador) determinou a investigação do ministro por considerar, em tese, a conduta ilegal.” Bonilha afirmou que não foi decidido se haverá recurso, já que seria necessário novas provas.

7 ideias sobre “Cassação, não. Investigação, sim

  1. jar

    É , é muito dificil, vejam só, o Ministro vem , despitadamente diz ” estou em horário de almoço” e daí justifica a campanha para um candidao. O Presidente, voua mais que andorinha pelo Brsil afora, praticamente abandonando o Palácio e conforme diz a imprensa a senhora Erenice aprontava tudo que se faloue pior nas barbas da Ministra Dilma, pois j´pa vem de tempos , conforme se faala por aí. Daí ninguem viu, ninguem sabe e tudo fica por isso mesmo, como outras confusões q

  2. jar

    continuando, … confusões que aconteceram. Querem mais usoda mpaquina governamental que o bolsa familia? Não existe, pois é grana viva na mão do povo, que fica de uma forma ou de outra tutelado. Então pessoal, podem fazer o que quizer, pois não haverá nenhuma ação que posa coibir esta forma de fazer politica e campanha, que é sim uma prova do aparelhamento estatal com um ou vários partidos, por muito mrnos o Collor foi cassado e hoje lambe os pés deste governo, aí está uma grande prova do interesse no poder. Assim vamos ver o que acontecerá no futuro que vem pela frente . è mais ou menos o exemplo de Hugo Chaves, quem viver verá.

  3. Charles Friedrich Junior

    Tal qual o episódio do caixa 2, envolvendo o PRTB e Beto Rica. Investigação e… nada. Portanto, balas de prata, trocadas… Até agora.

  4. Homem Invisivel

    Para quem não viu e não sabe recentemente em Seminario da UniCuritiba o Des. Prestes Mattar se declarou amigo pessoal de Pereirinha o qual compromete e coloca em suspeição os processos que o Pereiririnha patrocina.

  5. ROCK

    O Sonho de consumo do BetoPlay é se confrontar de mano em uma eleição com Salumani, so ele não pode esquecer que uma nova eleição começa do zero.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>