18:52Belinati viaja e partidos pedem comissão processante

Da Tarobá News, por Fernando Brevilheri

O prefeito de Londrina Marcelo Belinati PP, está em Brasília. De acordo com a assessoria de imprensa, Marcelo foi ao Ministério da Saúde apresentar um projeto do Cismepar e a Infraero discutir a desapropriação de áreas para ampliação do aeroporto José Richa.

Mas enquanto o prefeito está percorrendo os ministérios e órgãos federais, aqui a carnificina continua.

O PSD, PPS, PSC entraram hoje com pedido de cassação do mandato dele na câmara. A oposição é menos tolerante que o ministério público e por ali ninguém quer saber de acordo. Pra quem não conhece muito a política londrinense vai uma lembrança. O PSD tem a frente o ex-presidente da Sercomtel na gestão Kireeff Christian Schneider. O PPS é dirigido por Walmir Matos, ex- secretário de Obras de Kireeff e o PSC já foi o partido do Ratinho Jr, mas na câmara tem um representante que é nada mais nada menos que o vereador Péricles Deliberador – o PECA –líder do prefeito.

O objeto da denúncia é o projeto da planta da valores que elevou o IPTU a valores altíssimos, e o relativamente baixo, IPTU do condomínio do próprio prefeito que nem coleta de lixo paga. A oposição vê infração político-administrativa de Marcelo.

Na câmara já existe outro pedido de cassação do ex-vereador Boca Aberta – cassado em 2017. O PSD também moveu mandado de segurança apontando irregularidades na tramitação do projeto da planta de valores.

Teve quem dissesse que por trás desse pedido de cassação dos partidos há “interesses políticos”. E isso é óbvio. Schneider por exemplo, já disse aos quatro ventos que é pré-candidato a uma vaga na câmara federal. No regime democrático de direito, a oposição tem mesmo que exercer o seu papel, questionando e fiscalizando os atos do governo de maneira republicana e dentro dos ditames da lei. Interesses políticos existem dos dois lados. Na gestão do ex-prefeito Barbosa Neto, também o próprio Marcelo que era vereador também fez críticas à administração inclusive em relação a aumento de IPTU. Na gestão de Alexandre Kireeff, Jamil Janene – fiel escudeiro de Marcelo – é quem esbravejava contra a proposta de reajuste do IPTU. Com a palavra a câmara de Londrina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>