8:42Batendo continência a Bondaruk

Do descobridor do Cabral:

Depoimento – quase tomado a termo – de um velho jornalista de Curitiba: “Bom, em primeiro lugar, meus respeitosos cumprimentos ao coronel Bondaruk. Ou, para ser mais correto na informação, Roberson Luiz Bondaruk. Explico-me: conheci o (então) major Roberson Luiz Bondaruk há algum tempo, quando “carrapicho” (repórter policial). Os testemunhos e referências sobre o nobre PM são os melhores, tanto que, hoje (29), fora da ativa, ao ler seu blog (faço parte, então, da decantada “audiência”?), procurei e localizei em minha velha e surrada (surrada não por beleguins) agenda um cartão do Bondaruk, então “chefe de comunicação social da Polícia Militar do Paraná – Estado Maior”. O cartão me foi passado por um amigo e colega de profissão, gente correta e profissional. Caso precisasse de informação, abro aspas, “pode recorrer ao major que ele é gente correta, confiável”. E foi o que eu fiz, quando preciso, tanto que, agora, anos e anos depois, lembrei, fui atrás e encontrei o cartão, devidamente guardado. Mas, resumindo (cadê o lide?), o major, ou, atualizando, coronel, honra a farda que veste. Parabéns pela escolha do convidado para o programa “Musga da Cachola”, na rádio Evangelizar (AM 1060 ou www.radioevangelizar.com.br).

Saúde e boa sorte a quem “pensa” a segurança. Um soldado, como se declara, e um amigo do cidadão – embora vista farda e tenha quase dois metros de altura…

Espero que mais gente (responsável pela segurança pública) pense o mesmo. A cidadania vai agradecer”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>