17:14As lambanças de Temer, refém dos presídios

O fato de o presidente Michel Temer reconhecer agora a crise nos presídios nem merece comentários. Ele autorizar as Forças Armadas a entrar nas penitenciárias para fazer uma varredura e procurar armas é mais ou menos como dizer que o trabalho que fez e faz as tropas de choque da Polícia Militar e grupos de operações especiais da Polícia Civil não serve pra nada. Militar entrando em presídio e mais ou menos como a ação de subir o morro da favela atrás de traficante – já deu e pode dar lambança porque os soldados não são treinados para esse tipo de guerra. Há a carga inicial de intimidação, mas presidiários da pesada são malandros e vão deixar a onda passar. O Exército não vai ficar pra sempre dentro do barril de pólvora. Vai sair e, aí, podem apostar, volta tudo como disse um conhecedor da coisa aqui neste blog: os presos voltam a tomar conta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>