8:08As cracolândia daqui

Amigo do blog reclama que nem a prefeitura, vereadores e muito menos a imprensa se tocaram para, na esteira dos acontecimentos com a cracolândia de São Paulo, mexer alguma palha no que acontece na capital da província. “Parece que vivemos numa ilha da fantasia”, afirma. Isso é verdade, mas a explicação pode ser pelo fato que as cracolândias daqui não são a céu aberto como a da capital paulista com alta concentração de dependentes químicos. Os traficantes daqui se mostram mais safos: mantêm barracos onde ficam os noiados que só saem dali em busca de mais dinheiro ou mercadorias para comprar mais pedras. Isso quando não executam tarefas para os que chamam de “patrões” que podem incluir até assassinatos pagos com a droga. Aqui já foi relatado a declaração de um viciado que conseguiu sair, pedir ajuda e ir para uma clínica e disse, com todas as letras, depois de levado tudo o que tinha de valar em casa, inclusive as louças novas do banheiro que estava reformando, que se o traficante pedisse para ele matar alguém para receber mais pedras, faria isso.

2 ideias sobre “As cracolândia daqui

  1. Geraldo Mamborelho

    Quem dá proteção a este e$quema?
    E os que nada fazem de propósito?
    Não estão no e$quema?

  2. ro

    É que o grande Jaime Lerner tá por trás do projeto para dizimar a cracolândia para construir um mega shopping, por isso a limpeza da cracolândia, não em beneficio próprio, não tem nada a ver com o pobre povo que vive lá. Só interesses

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>