18:23Ainda falta o nó

Do enviado especial

Cinco projetos do mais recente pacote de medidas do governo estadual foram aprovados em primeira discussão na sessão de hoje da Assembleia Legislativa, inclusive o que cria taxas sobre a exploração de recursos hídricos e minerais. Os textos voltaram para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), já que receberam 120 emendas no total, e devem ser apreciados novamente pelo plenário nesta terça-feira. Ainda não entrou no debate a medida que permite ao governo vender excedentes de ações da Copel e Sanepar. Aí é que reside o grande nó do da coisa!!! 

3 ideias sobre “Ainda falta o nó

  1. Zé Povinho

    A coisa vai andar bem, segundo os desígnios e os desejos do governador até chegarem na venda das ações das estatais, ai a gritaria vai tomar conta do plenário, o Betinho Banana só quer vender excedentes, segundo desejo expresso dele. Mas por quê facilitar quando se pode complicar, porquê não ofereceram as ditas ações excedentes aos empregados e aos fundos de pensão das ditas estatais? Mas para quê simplificar, cara pálida quando se pode complicar? Neste País parece que vivemos de polêmicas, uma vida sem problemas não tem graça, não é mesmo?

  2. marco

    Seu “enviado especial” está enganado, precisando se informar melhor. Foram 154 emendas e o projeto que prevê a venda das ações já foi aprovado sim. O que ficou de fora é o que envolve a redução do IPVA para as locadoras de veículos.

  3. Parreiras Rodrigues

    Estado moderno e enxuto não vende nem luz e nem água. Estado moderno cuida da Educação, da Saúde, da Segurança. Estado moderno é o mínimo. Não paga 16 mil prá conselheiro pintar uma vez a cada dois meses para assinar atas preparadas pelo quadro técnico, esse sim, passível de valorização.Quando é máximo, cutuquem que oa chão despencam sinecuras, nepotes e nepotistas, cambalacheiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>