10:21A trombada agora é com os professores das universidades estaduais

Do analista dos Planaltos

O novo cabo de guerra do governo do Paraná é com as universidades estaduais. Tudo por conta do corte de verbas para contratação de professores temporários. Os docentes acham a medida uma agressão à autonomia universitária. O governo diz que o ato é necessário em razão da crise e, assim como nas demais áreas públicas, as universidades são sustentadas pelo imposto cobrado dos paranaenses. Os docentes defendem ficar em sala entre 8 horas e 11 horas. O governo diz que a carga horária em classe vai variar de 12 horas a 20 horas por semana – e não se fala mais nisso. Em tempo: assim como no ensino básico, nas universidades os contratos de trabalho são para 40 horas semanais.

Clique aqui para Responder ou Encaminhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>