12:19A gangorra de Deus

… Onde quer que estivéssemos, nunca falávamos naqueles dias, não porque não havia nada a dizer, mas porque poderia haver demais, e uma vez que você começasse, você perturbaria o equilíbrio belo e perigoso que tínhamos alcançado. Era como se cada um de nós estivesse sentado em um dos lados de uma gangorra, graciosamente equilibrada, mas não em qualquer parquinho bem-arrumado, mas sobre a escuridão da gangorra que só Deus conhece, gangorra esta que Deus tinha arrumado para nós, crianças. E se qualquer um de nós se inclinasse na direção do outro, mesmo que fosse uma fração de centímetro, o equilíbrio seria perturbado e ambos escorregaríamos naquela escuridão. Mas enganamos Deus e não dissemos uma só palavra.

de Robert Penn Warren em “Todos os Homens do Rei”

Uma ideia sobre “A gangorra de Deus

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>