8:27À espera do positivo operante

Um sábio do Centro Cívico comparou o governador Beto Richa a um daqueles imperadores romanos cujo polegar determinava a vida ou morte dos gladiadores na arena. No caso a questão é a escolha do candidato que vai disputar a sucessão dele. Do alto do terceiro andar do Palácio Iguaçu, com aquele semblante enigmático, ele ouve os pretendentes e suas ofertas, mas também recebe o monitoramento das chamadas pesquisas internas para ir montando os cenários para a escolha que lhe seja mais favorável. A que? À disputa de uma vaga ao Senado. Um dos entraves que podem surgir é o seguinte: se a vice-governador Cida Borghetti assumir o lugar dele e não for a escolhida, a chamada máquina do governo ficará com ela, sob supervisão do ministro Ricardo Barros, que é um trator político reconhecido até pelos inimigos. Ela já declarou que é candidata de qualquer forma. Será mesmo? O panorama, contudo, só começa a clarear no ano que vem, provavelmente depois do Carnaval.  Isso é política!

Uma ideia sobre “À espera do positivo operante

  1. Uncle Joe

    Até lá o Ratinho já cabalou a vice-governadora para continuar como está, continua no cargo e na próxima é a vez dela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>