7:19A despedida da turma da “Missão Curitiba”

Do enviado especial

George Hermann Rodolfo Tormin, ex-diretor geral da Secretaria da Fazenda, reuniu-se ontem com seus 4 assessores e despediu-se da “Missão Curitiba”, como ele falou no bar onde bebericaram 4 garrafas de bom vinho a R$ 670 na conta. Sua equipe seguirá amanhã a Brasília e ele encontrará com o “chefe” em São Paulo. Chefe é como todos eles chamam o ex-secretário Mauro Ricardo Costa.

Um deles, Celso Tadeu Silveira, disse que iria se encontrar hoje com o ‘cunhado da mulher’ para tratar das pendências finais de transferência e pagamento das restituições aos órgãos de origem. Supõe-se que o interlocutor será Silvio Barros, cunhado da governadora Cida Borghetti, secretário do Desenvolvimento Urbano, já que Celso ocupa o Conselho Fiscal da Copel e Sanepar além de Chefe de Gabinete de Mauro Ricardo na SEFA.

A fala dele era clara: agora é descansar, viajar muito após retornarem aos cargos de origem, esperar o resultado das eleições e aguardar a transição dos governos e aguardar para  onde “o chefe” será convidado a seguir com sua equipe.

Segundo um dos presentes, desinibido por conta do vinho: “Somos técnicos imprescindíveis em qualquer lugar e qualquer governo.”

A cena hilária do encontro foi o beijo de despedida do cearense Baldes no paulista George: “Já estou sentindo saudades”.

O Paraná foi apenas uma efêmera passagem na história da turma de Mauro Ricardo.

7 ideias sobre “A despedida da turma da “Missão Curitiba”

  1. Carlos D Coimbra

    É preciso verificar todas as medidas e decisões tomadas pelo grupo sainte da Fazenda e responsabiliza-los. No alto do Olimpo , tomaram decisões leoninas contra funcionários honestos . Uma medida? Como haverão muitos erros administrativos praticados por eles , colocá-los em dívida ativa e protesta-los sumariamente , como fizeram sem dó para muitos. Dar-lhes as mesmas moedas

  2. Casemiro Brandão

    Então o amigo Mauro Ricardo Costa foi embora sem ganhar um título de Cidadão Honorário do Paraná?
    Nenhum deputado estadual da Bancada do Camburão pripôs isso?
    Eles que tanto falavam que o Ajuste Fiscal salvou o Psraná, por que não homenagearam o Chefe da Equipe – o realizador do Plano Urutu Cruzeiro de Economia.
    Plano Urutu Cruzeiro pois é nacional e mais venenosa que a Crotalus terrificus, a cascavel. E só reconhecemos quando vemos a cabeça com a marca da constelação de Cruzeiro do Sul ns testa do ofídeo sem chocalho no rabo.
    Discreta e venenosa e sem bote, só escondida na tulha ou invernada.
    Mauro Ricardo ficará eternamente grato se receber também umas ações da Copel e Sanepar, além da Ordem do Pinheiro tal qual o Eminente Conselheiro Fabio Camargo, do Egŕegio TCE.
    Ave Mauro e Equipe, os guaipecas do rio Belém, Barigui, Tarumã e Atuba te saúdam.

  3. Cadê o MP

    Sinto que ele será util como heron arzua no gabinete do futuro senador Beto Aecio Neves Richa.
    Ao lado de Deonilson Roldo poderão lembrar no gabinete arejado de como fizeram coisas boas para o Paraná na época do Camburão de Francischini, o breve Secretário de Segurança.
    Aí sim, veremos a competencia do homem publico Mauro Ricardo Costa, o terno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>