8:51A casa caiu no transporte público! Mas… só no Rio de Janeiro

De 1990 a 2016 o Ministério Público do Rio de Janeiro calcula que houve desvio de R$ 500 milhões do sistema de transporte público para pagamento de propina. Dinheiro que irrigou o bolso de políticos e dos nobres do Tribunal de Contas, além dos intermediários de sempre. A casa começou a cair com a delação do presidente do TC, que está preso – assim como o mais poderoso empresário do setor e outros menos votados. Ainda bem que isso só acontece naquele Estado onde o ex-governador Sergio Cabral, como escreveu abaixo o Rogério Distéfano, não tinha tempo de administrar, mas só de contar dinheiro de corrupção, inclusive deste setor. Aqui em Curitiba, por exemplo, parece que há só anjos no setor e o Ministério Público folheia denúncias com luvas de boxe. Há alguns anos saiu do Tribunal de Contas a auditoria que fazia um raio-x do que acontece no sistema que nos finalmente resulta no preço da passagem de ônibus. Está lá, como todas as letras, a constatação que agora escandaliza a ex-capital federal: a passagem poderia ser bem mais barata do que é. O que aconteceu? Blicas! Neste ano o aumento sacramentado pelo prefeito Rafael Greca foi tão alto, para não dizer escandaloso, que até quem estava acostumado com as pancadas das gestões anteriores estranhou. Para completar, dois dias depois de sacramentado, o alcaide foi fotografado em almoço com Donato Gulin, dono de 70% das empresas que dominam o setor (outro escândalo sacramentado em licitação) e patriarca da família que reina há seis décadas no setor, onde é uma das mais fortes no país. Não por coincidência, uma operação deflagrada a partir de um esquema para ganhar concessões em Brasília chegou a algumas cidades do interior do Paraná. Está em curso e envolve advogados que trabalhavam para o grupo que tem sede em Curitiba. Mas, na capital… Por enquanto, tudo vai bem, tudo legal. Para a ninguenzada que paga a conta, nem pra cerveja do final de semana sobra mais. Assim é.

3 ideias sobre “A casa caiu no transporte público! Mas… só no Rio de Janeiro

  1. Fausto Thomaz

    Tudo foi acertado entre o Rei Momo das araucárias e os Gulins dentro do Country club de Curitiba, alias teve até foto…pena que não foi vídeo, senão…..

  2. bs

    O rei momo se sente o maioral. um dia a casa cai, ou seja perde o reinado e volta novamente para o ostracismo, que seja eterno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>