14:46Transparência, não!!

Do analista dos Planaltos

Lideranças sindicais de professores e funcionários da UEL, UEM, UEPG e Unioeste iniciaram protestos das categorias onde envolvem os alunos para evitar que o Governo do Estado inclua as folhas de pagamento das maiores universidades bancadas com recursos dos impostos dos paranaenses no sistema de gestão onde estão todos os salários dos demais serviços públicos do Paraná. A recomendação é do Tribunal de Contas do Estado. Em tempo: o orçamento do ensino superior do Paraná é de R$ 2,5 bilhões por ano – e 90% disso é gasto com a remuneração de servidores.

 

4 ideias sobre “Transparência, não!!

  1. Benjamin Button

    Só aluno muito alienado é que será contra tal medida, porque qual é o problema de sabermos quanto ganha o professor X ou a professora Y? Eles tem medo do quê? Só aluno alienado para apoiar a professorada nesta parada.

  2. Francisco Scarante Mendes

    Não é bem assim. Uma meia verdade é pior que uma mentira. Um governo sem vocação democrática como esse do Paraná, em especial esse Beto Richa II a missão tem o objetivo de arrasar com o Estado e com as Universidades Estaduais, com as empresas Estatais (Sanepar, Copel, Compagás) tende a mentir para iludir o povo. Inclusive mente sobre o tal do ajuste fiscal. O que não mente é a violência policial contra as professoras e servidores públicos.

  3. juca

    Nada acima da razoabilidade, no mínimo, demonstrar qual o salários do funcionalismo.
    A medida nem deveria ser atacada pelos estudante e coisa e tal.
    Todavia me chama a tenção quando a “recomendação” parte do Tribunal de Contas que é “orgão auxiliar” do Poder Legislativo deveria também demonstrar todas suas despesas com pessoal.
    Também os demais poderes deveriam demonstrar e justificar as benesses que são concedidas a tantos, inclusive ao MP que seria o fiscal da lei, pois nesse e outros locais sejam do legislativo, executivo e judiciário há uma casta de pessoas com vários penduricalhos que agregam o aumento nas remunerações mensais e isso nem conta para o teto constitucional.
    Com tudo isso a bomba estoura no povão, nos funcionários públicos e os aposentados, como se fossem eles ou nós os culpados pela degradação dos recursos públicos.
    Essa turma deveria ter coragem e olhar para dois lados. O primeiro no espelho para ver como ficariam “corados” de vergonha e para trás nos seus próprios rabos, pois como já dizia um amigo ” quem t5em rabo de palha não chega perto de lareira”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>