16:30Os celulares na quilombola

Na comunidade quilombola, que resiste ao tempo nas margens do Rio São Francisco, na divisa entre Alagoas e Sergipe, duas jovens que vendem artesanato, que não é produzido ali, ficam grudadas na tela de seus respectivos celulares – vendo e interagindo com o que acontece no mundo da internet. É progresso?

2 ideias sobre “Os celulares na quilombola

  1. marcio

    Na realidade os quilombolas e os indígenas querem a vida moderna, não querem viver no tempo anterior ao descobrimento ou nos anos 1600, no tempo dos primeiros acampamentos de escravos que fugiram. Quem os quer fora da época que vivemos é a esquerda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>