11:35O MP e a recuperação de homens agressores

Do blog Boca Santa, de Sid Sauer

O Ministério Público têm criado programas de recuperação de homens agressores (violência doméstica). Uma das experiências bem sucedidas ocorre na comarca de Campina da Lagoa, que inclui Altamira do Paraná e Nova Cantu. Desde 2018 já foram atendidos quase 70 homens e não houve casos de reincidência. As três cidades contam com núcleos do Grupo de Reflexão para Autores de Violência Doméstica contra a Mulher.Os agressores são convidados a enxergar o padrão de violência, o machismo, como a sociedade trata a mulher, e romper esse padrão.

O que foi dito

“O homem autor de violência doméstica não é o criminoso típico, filiado a uma organização criminosa, com extensa ficha criminal. Em geral, é pagador de impostos, não destoa dos membros da sua comunidade e não mostra violência na vida cotidiana, apenas em casa, contra a mulher”. (Thimotie de Aragon Heemann, promotor de Campina da Lagoa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>