17:02Relator pede casssação de Boca Aberta

Do G1

Relator no Conselho de Ética propõe cassação do mandato do deputado Boca Aberta

Deputado responde a processo que apura suposta quebra de decoro por ter feito uma gravação em um hospital sem autorização. Boca Aberta diz que processo é ‘cortina de fumaça’.

O deputado Alexandre Leite (DEM-SP) propôs nesta quarta-feira (4) ao Conselho de Ética da Câmara a cassação do mandato do deputado Emerson Miguel Petriv (Pros-PR), conhecido como Boca Aberta.

Alexandre Leite é o relator do processo aberto em agosto deste ano para apurar se Boca Aberta quebrou o decoro parlamentar por ter feito uma gravação em um hospital sem autorização. Para Leite, houve “abuso de autoridade” no episódio.

Segundo o partido Progressistas, autor da representação contra Boca Aberta, o parlamentar entrou em um hospital e começou a filmar pacientes e um médico de plantão. Para o deputado, o processo é uma “cortina de fumaça” – leia detalhes mais abaixo.

Ao analisar o caso, o relator entendeu que Boca atuou com “má-fé” no episódio e “manipulou” os fatos. Além disso, destacou Alexandre Leite, houve adulteração de provas sobre o caso.

“Para atingir a honra de colegas, de cidadãos e de servidores públicos para performar cena com fito de se autopromover nas redes sociais às custas da perturbação de trabalho e do sossego alheio, cometeu abuso de autoridade”, afirmou o relator.

“Sem constrangimento, apresentou provas adulteradas, manipulou a verdade dos fatos e tentou conduzir depoimento de testemunhas, tudo para sustentar suas manifestações inverídicas”, acrescentou.

O que diz Boca Aberta

Presente à sessão desta quarta-feira, o deputado disse ser conhecido por fazer o que ele chamou de “blitz de saúde”.

Boca Aberta disse ainda que o objetivo do processo é criar uma “cortina de fumaça”.

“Esse é o meu jeito, eu não tenho como disfarçar, de ser duas caras. Eu sou eu, você tem o seu estilo, ele tem o estilo, é o meu jeito, os meus modos de trabalhar”, afirmou.

O parlamentar disse ainda que não cometeu crime no episódio. “O próprio médico que foi convidado por vossa excelência, competente relator Alexandre Leite, do episódio do hospital de Jataizinho, ele confirmou, falou que estava dormindo”, completou.

Uma ideia sobre “Relator pede casssação de Boca Aberta

  1. Parreiras Rodrigues

    Todos os parlamentares, com apelidos tais, não deveriam nem ter sido votados. O Congresso Nacional é uma instituição que deveria ser dado ao respeito. Não se parecer com buteco de fim da rua.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>