16:32Dos dois lados do balcão

Tinha 15 anos quando, pela primeira vez fiquei do lado de dentro do balcão de um bar. Durante um par de anos sofri com o trabalho pesado que entrava madrugada adentro. Sem saber, estava assimilando como o trabalho, seja ele qual for, é digno e um grande aprendizado de vida. Quando passei para o lado de fora do balcão, quase morri e me perdi entorpecido durante quase duas décadas. Agora, sobrevivente, sóbrio, continuo fora do balcão. Pude então ver o quanto foi importante ficar do lado dentro, mesmo porque eu não bebia, como faço há 1/4 de século só por hoje.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>