11:13Urgência?

Na segunda-feira (18) o governo do Estado encaminhou  à Assembleia Legislativa, a proposta de reforma da previdência dos servidores públicos estaduais – e pediu votação em regime de urgência dos projetos, que começaram a ser analisados na terça na Comissão de Constituição e Justiça da Casa. Um causídico do Centro Cívico não disse “hummmmmmmmmmmm” porque é todo sério. Mas se perguntou se isso é possível porque, no seu entender “o regime de urgência em matéria de projeto de emenda constitucional… não existe”. Acha que, na pressa, faltou assessoria ao Executivo e o Legislativo engoliu com farinha”. Mais, como a PEC paralela ainda está no forno no Congresso Nacional, atropelaram tudo para, quem sabe, haver menos desidratação quando o pacote de cima cair embaixo. A conferir.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>