12:00Sem crivo de Lebbos

por Mônica Bergamo, no FSP

Juíza Carolina Lebbos não pode mais autorizar entrevistas de Lula

TRF-4 decidiu que autorização do STF para a Folha e o El País deve ser estendida a todos os meios

A juíza Carolina Lebbos, da 12ª Vara de Execuções penais e responsável pelas decisões sobre a custódia de Lula, não poderá mais julgar se um jornalista pode ou não entrevistar o ex-presidente —desde que ele queira.

A decisão é do Tribunal Regional da 4ª Região. O desembargador João Pedro Gebran Neto determinou que a autorização do ministro Ricardo Lewandowski, do STF (Supremo Tribunal Federal), para que a Folha e o El País entrevistassem Lula deve ser estendida a todos os meios que “postulem esse direito” —sem passar pelo crivo de Lebbos.

6 ideias sobre “Sem crivo de Lebbos

  1. servidor atento

    pois é …

    Tá aí um exemplo claro de “abuso de autoridade” da Juíza citada contra um cidadão (Lula) ! E ainda não querem lei pra isso? Claro né, querem continuar perpetrando maldades e outras atrocidades contra os cidadãos e a sociedade e preservando seus “lindos” privilégios !

    Basta !

  2. Zangado

    Só nesse desventurado país um ministrone concede amplo e irrestrito “direito de entrevista” a um criminoso lesa-pátria! Pensaram onde chegamos?

  3. Franco

    Entrevista de chefe de quadrilha? Isso deveria sim passar pelo judiciário. O meliante escolhe a dedo com quem quer falar, como se fossem porta vozes de corrupto enjaulado. Dá entrevista para O Antagonista Luiz Inácio….

  4. Nunes

    Silvestre mudou de “nome”?
    Agora é Servidor Atento….!

    Cidadão Lula?
    Não seria “Presidiário Lula”?

  5. SERGIO SILVESTRE

    Que paranoia hein Nunes,vocês tentam de tudo,já tenho até um duble,vasculham minha vida,sabem até o que eu como,da medo isso hein gente,são sociopatas perigosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>