21:10A JMK agora ataca e diz que governo vai gastar 40% a mais em contrato para manutenção de frota

Da assessoria de imprensa da JMK

O contrato emergencial assinado nesta segunda-feira (22) pelo governo do Estado para manutenção da frota pública é 40% maior do que o vigente com a JMK até 31 de maio.

Pelo contrato assinado agora, a previsão de gasto é de R$ 38.657.957,20 por 6 meses, enquanto a renovação do contrato anterior também por 6 meses, assinada em janeiro deste ano com a JMK, previa um valor de R$27.534.650,00.

Com o sistema de gerenciamento compartilhado da frota entre Governo do Paraná e JMK, houve economia de R$ 91,6 milhões com a manutenção dos veículos oficiais em 4,5 anos, se comparados com valores praticados anteriormente.

A contratação da JMK tornou transparente a relação com oficinas mecânicas para a manutenção dos veículos oficiais.
A JMK não era responsável pela fiscalização final do serviço e apenas repassava para a oficina mecânica o valor orçado e autorizado pelos servidores do Estado.
Esse modelo de contrato inclusive foi defendido por dois ex-secretários da Administração e o atual ocupante da pasta em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep). Todos confirmaram não terem recebido nenhuma denúncia de irregularidade durante a vigência do contrato com a empresa JMK.

2 ideias sobre “A JMK agora ataca e diz que governo vai gastar 40% a mais em contrato para manutenção de frota

  1. Paulo

    Será mesmo, enquanto uma bateria Moura é comercializado a 350,00 no mercado comum a JMK fornecia Júpiter a 556,00, uma lavagem de carro no mercado comum a 30,00 pela JMK a 65,00 será que mesmo que vai ser pior o agora doque o ontem, se for assim melhor que o DETO assumam novamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>