14:44Evangelho do fake

De Rogério Distéfano, no blog O Insulto Diário

CORRE NA REDE E JORNAIS a suposição de que o ministro Sergio Moro teria mandado levantar a vida financeira de Glenn Greenwald, o jornalista do The Intercept Brasil. Suposição, pois tem cara de fake da esquerda, com a mesma qualidade e absurdo das fakes da direita, pois hoje as duas se equivalem no Brasil. Absurdo porque Moro seria um tolo se fizesse isso e mais tolo e imprudente seria o ministro Paulo Guedes, a quem a COAF está subordinada.

Além disso, Moro está vencendo a batalha de opinião pública no caso das inconfidências nas conversas com Deltan Dallagnol, da Lava Jato – de resto ainda não completamente reveladas e suficientemente autenticadas. A COAF seria a responsável pelo levantamento, requisitada por Sergio Moro. Como absurdo, loucura e tolice imperam no Executivo, no Legislativo e nas redes sociais, melhor sermos cautelosos: ver para depois crer e não crer sem ver – feito o evangelho da fake.

R$ 50

FUNCIONÁRIO PÚBLICO no Paraná, me puxa pelo braço e convida para o café – “tem que ser reforçado”, insiste, “ganhei aumento”. Recusar como, amigo fraterno, de extremas gentilezas?

O café não foi reforçado por causa da vaidade e do colesterol. Mas resultou naqueles que não se paga do próprio bolso e fazem pular a refeição seguinte.

A despesa, duas pessoas, monta aos R$ 75. “Saí no prejuízo”, desabafa o amigo, “o aumento ficou em R$ 50 por mês”. Acabou tendo que jogar no cartão, já que a montanha pariu um ratinho de 05%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>