14:39Lava Jato balança no STF

Do Analista dos Planaltos

Ontem, ao julgar recurso que pede que todas as denúncias e processos de caixa dois para campanhas eleitorais saiam da competência da Justiça Federal e passem para a Justiça Eleitoral como especializada , o Presidente Dias Tofoli foi duríssimo em críticas aos Procuradores da Lava Jato que, segundo ele, de forma abusiva, julgam deter o monopólio da competência, da isenção e do rigor na apuração de atos de corrupção.
Foi seguido pelo Ministro Alexandre De Moraes – e este afirmou que em Curitiba julgam formar uma Liga de Justiça paralela composta de heróis.
Foram dois votos favoráveis à competência da Justiça Eleitoral: Alexandre e Marco Aurélio. O Ministro Fachin votou pela competência da Lava Jato,
Houve ainda o anúncio de que Dias Tofoli irá processar o Procurador Diego Castor por declarações que entendeu ofensivas aos Ministros. O julgamento prossegue hoje às 14 horas com transmissão pela TV Justiça.
Se prevalecer o entender técnico de que as doações eleitorais não declaradas, chamadas de Caixa Dois, e a lavagem de dinheiro em conexão com eleições são da competência da Justiça Eleitoral, haverá um esvaziamento da Lava Jato e aumentará e muito as chances dos que se encontram processados pelo recebimento dessa forma de “ propina” disfarçada de contribuição eleitoral por falta de aparelhamento e especialização da Justiça Eleitoral segundo os Procuradores de Curitiba.
A Procuradora Geral Raquel Dodge defendeu que os processos continuem com a força tarefa em Curitiba. Como faltam ainda oito votos, o julgamento pode levar alguns dias e será decisivo com a decisão se de desmembramento podendo até anular condenações como pretendem as defesas, inclusive de Beto Richa. Briga de Cachorro Grande, com enormes repercussões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>