19:57Os poetas poloneses e o professor tradutor

por Renato Kanayama

A Editora Ayiné, de Belo Horizonte, editou dois livros de poesias de poetas poloneses, livros bonitos, agradáveis aos olhos, e que dizem muito do nosso Estado. Livros de poetas poloneses o que é que têm do Paraná? O tradutor, que nos trouxe as poesias da Premio Nobel WISLAWA SZYMBORSKA (Riminhas para Crianças Grandes), e o poeta JERZY FICOWSKI (A Leitura das Cinzas), opositor do regime comunista polonês. O tradutor PIOTR KILANOWSKI, o Professor de Letras Polonês da UFPR, de quem não se fala como deveria se falar, por nos aproximar de um povo e de uma língua que em algum momento da vida nós, com certeza, ouvimos pelas ruas de Curitiba, pois o Paraná abriga imigrantes poloneses. A Livraria ARTE & LETRA bem que poderia realizar uma tarde-noite de autógrafo desse ilustre Professor que nos trouxe a poesia brincalhona de WISLAWA e a poesia vigorosa de JERZY, como esta:

“Não consegui salvar
nem uma vida

não soube deter
nem uma bala

então percorro cemitérios
que não existem
busco palavras
que não existem
corro

para o socorro não pedido
para o resgate tardio

quero chegar a tempo
mesmo que tarde demais” 

3 ideias sobre “Os poetas poloneses e o professor tradutor

  1. nelson padrella

    Não estamos mais acostumados ao belo. Perdemos toda a ternura desde 1964 assistindo a um filme ruim que se repete e se repete. A sessão já acabou, o cinema fechou a porta, e nós ficamos lá dentro esperando que alguém diga The End. O fantasma de Drummond vem e sopra ao meu ouvido: “mas as coisas belas, muito mais que findas, estas ficarão”.

  2. José MariaCorreia

    Kanayama , jurista emérito, cultor das letras, em tudo honra o saudoso pai , primeiro mestre do Direito Administrativo no Paraná. José Maria Correia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>