14:58Ficou devendo a quem não devia

Do correspondente em Brasília

A campanha eleitoral de 2018 foi uma boa lição para Bolsonaro. O pleito do ano passado ensinou a ele que não aparecer ajuda muito a ocultar fragilidades. Nitidamente intimidado diante de uma platéia do Fórum de Davos, segundo ele “muito qualificada”, o presidente que tinha 30 minutos para discursar não gastou mais de 16 minutos diante dos mais importantes investidores e banqueiros do mundo. Ficou devendo para um público que tem horror àqueles que ficam devendo.

Uma ideia sobre “Ficou devendo a quem não devia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>